Até as 16h, quatro homens haviam sido presos pela Polícia Militar.
Dupla levou dinheiro do cobrador e celulares dos passageiros, diz PM.


Objetos roubados foram devolvidos aos donos (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Objetos roubados foram devolvidos aos donos

Mais três pessoas foram presas nesta sexta-feira (23) em uma ação da Polícia Militar para inibir assaltos em transportes públicos coletivos de João Pessoa. No Centro da capital, dois jovens foram detidos por suspeita de assaltar os passageiros e o cobrador de um ônibus. Na Via Oeste, um passageiro também foi preso por porte ilegal de arma. Essas prisões dão continuidade à ação que começou nesta manhã e prendeu um suspeito de assaltar um veículo de transporte coletivo e um suposto homicida no bairro de Jaguaribe.

Segundo informações do aspirante Gilberto, da 1ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar, dois rapazes, de 19 e 24 anos, entraram no ônibus da linha 701 no Centro da cidade por volta das 14h30 e fingiram estar armados colocando a mão por baixo da camisa. Eles leveram R$ 50 e uma pochete do cobrador e celulares dos passageiros. Ainda de acordo com o aspirante Gilberto, depois que saíram correndo do veículo, foram abordados por um policial à paisana e e encaminhados para a 2ª Delegacia Distrital. Os pertences roubados foram recuperados e devolvidos aos respectivos donos.

Polícia Militar realiza ação em João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Polícia Militar realiza ação em João Pessoa

Por volta das 16h, outro homem foi preso, dessa vez na Via Oeste. Conforme informou a delegada Maria Soledade de Sousa, do Núcleo Integrado de Polícia Militar, localizado no bairro Ilha do Bispo, ele foi detido por estar portanto uma arma de fogo dentro de um ônibus da linha 104. O suspeito, que tem 19 anos, foi autuado em flagrante e está preso no Núcleo.

A mesma equipe do Núcleo Integrado da Ilha do Bispo foi a que realizou duas prisões em um ônibus da linha 114, em Jaguaribe, ao meio-dia. Um dos homens havia assaltado os passageiros, segundo o motorista, e tentou fugir quando o veículo passava pelo bloqueio policial. O outro é suspeito de assassinar a tiros um adolescente de 17 anos na Ilha do Bispo.


Redação/G1PB