Está marcada uma perícia na casa onde os suspeitos moraram na Paraíba.


O delegado Elias Rodrigues, que investiga a suposta atuação de um trio canibal na Paraíba, informou que já ouviu mais de dez pessoas que podem ter tido algum contato com os suspeitos enquanto eles moraram na cidade do Conde, no Litoral Sul da Paraíba. Nesta segunda-feira (23), o delegado está no Recife para fazer um contato com a Delegacia de Homicídios e conseguir cópias dos interrogatórios feitos até o momento pela polícia. "A ideia é delimitar o foco das investigações na Paraíba", informou Elias Rodrigues.

O delegado confirmou também que está prevista para esta semana uma perícia nas duas casas onde os suspeitos moraram quando estavam no Conde. Durante a procura, os peritos devem fazer escavações nos terrenos e ter o auxílio de cães. Segundo o delegado Elias Rodrigues, o trio morou no Conde por um período de cinco a oito meses, entre 2008 e 2009
No dia 19 de abril um inquérito foi instaurado na Delegacia do Conde, para investigar a existência de uma vítima na Paraíba dos suspeitos da prática de canibalismo em Pernambuco.
Já foram confirmadas duas mortes das quais os suspeitos confessaram a autoria. Os corpos das vítimas foram localizados no último dia 11 de abril enterrados na casa onde o trio morava em Garanhuns. A polícia investiga outros seis homicídios atribuídos ao grupo, sendo um deles na Paraíba e o restante em Pernambuco.