'Acho que é a coisa mais legal que já vi', disse uma professora.
Protótipo de ônibus espaciais será exposto em museu da cidade.

Enterprise pousou em Nova York pela manhã (Foto: Allison Joyce/Getty Images North America/AFP)Enterprise pousou em Nova York pela manhã
 
A nave Enterprise, um protótipo de ônibus espacial que jamais viajou ao espaço, chegou nesta sexta-feira (27) a Nova York em um último voo espetacular, acoplado a um Boeing 747 modificado para este fim.
Depois de sobrevoar a Estátua da Liberdade e os arranha-céus de Manhattan, acompanhado ao vivo pelos canais de televisão, a nave aterrissou no aeroporto John F. Kennedy no fim da manhã, de onde será levado para seu destino final, o Museu Marítimo e Aeroespacial Intrepid.

O sobrevoo da nave foi saudado por aplausos e assobios ao longo do rio Hudson, onde centenas de turistas e nova-iorquinos se mostraram emocionados com a ocasião.
"Acho que é a coisa mais legal que já vi. Estou sem palavras", afirmou Leuinda Field, 37 anos, uma professora que levou seu filho de 3 anos para participar deste momento histórico.
A nave e o Boeing deixaram Washington nesta sexta-feira, pela manhã.
Acoplada a um avião, Enterprise sobrevoa a Estátua da Liberdade (Foto: Michael Heiman/Getty Images North America/AFP)Acoplada a um avião, Enterprise sobrevoa a Estátua da Liberdade 
 
A nave, um protótipo, foi concluída em 1976 para ser usada para testes de voo atmosférico, mas não numa missão no espaço, ao contrário dos demais cinco ônibus da frota.
Na ocasião, foi lançada num grande evento que contou com a participação dos atores de "Jornada nas Estrelas" ("Star Trek"), uma vez que Enterprise é o mesmo nome da nave espacial usada nas missões do capitão Kirk e sr. Spock, os heróis do seriado criado por Gene Roddenberry na década de 1960.
Depois, a Enterprise virou uma atração turística. Até a semana passada, ficava exposta no Museu Aeroespacial do Instituto Smithsonian, em Washington.
Sob a atenção dos moradores de Nova York e Nova Jersey, Enterprise viajou para seu destino final (Foto: Reuters/Shannon Stapleton) 
Sob a atenção dos moradores de Nova York e Nova Jersey, Enterprise viajou para seu destino final 
 
"Várias semanas após a chegada, o Enterprise será desacoplado do 747 e colocado em uma barcaça que será puxada por rebocadores pelo rio Hudson ao Museu Marítimo e Aeroespacial Intrepid", informou a Nasa em um comunicado.
As viagens finais dos outros ônibus espaciais também atraíram uma multidão de fãs.
O Discovery se tornou, no dia 19 de abril, o primeiro ônibus espacial da antiga frota da Nasa a entrar em um museu -- no mesmo lugar em que a Enterprise ficava --, com uma festa com honras militares que marcou o fim de um programa de três décadas de voos espaciais tripulados. O Discovery também realizou uma espetacular despedida sobrevoando a capital americana carregado por um Boeing 747, procedente da Flórida.
Às margens do rio Hudson, moradores de Nova York tentam registrar a passagem da Enterprise (Foto: Michael Nagle/Getty Images North America/AFP) 
Às margens do rio Hudson, moradores de Nova York tentam registrar a passagem da Enterprise 
 
Nos próximos meses será a vez do Endeavour e do Atlantis. O Endeavour será levado do Centro Espacial Kennedy para o Centro de Ciências da Califórnia, em Los Angeles.
O Atlantis, que ainda está na Flórida, será exibido no próprio Centro Kennedy.
Enterprise vista por entre os prédios de Nova York (Foto: Reuters/Eduardo Munoz)
Os outros dois ônibus espaciais da frota, o Challenger e o Columbia, foram destruídos em acidentes. O Challenger explodiu pouco depois do lançamento, em 1986, e o Columbia se desintegrou durante a reentrada na atmosfera, em 2003. Os dois desastres mataram todos os tripulantes a bordo.
Com o encerramento do programa dos ônibus espaciais, em julho de 2011, a Rússia ficou como único país capaz de enviar astronautas ao espaço.

J1/informações