Julgamento do assassino da estudante acotecerá após 04 anos 


O julgamento de Josinaldo Soares, de 26 anos, réu confesso da morte da estudante Carla Eugênia, de 18 anos, em novembro de 2008, vai ocorrer nesta segunda-feira (21), no Fórum de Alhandra, Litoral Sul da Paraíba.
A jovem foi brutalmente  assassinada pelo Josenildo Soares réu confesso A jovem foi torturada, assassinada, queimada e enterrada no quintal da casa do acusado Josinaldo Soares, no município de Conde. Quase quatro anos se passaram.
O acusado esta preso no Roger Recolhido ao presídio e vai a júri popular. Ele é assassino confesso
 Josinaldo Soares.

ENTENDA O CASO


A estudante havia sido vista pela última vez no dia 11 de novembro em uma agência bancária da cidade do Conde, em seguida Carla Eugenia recebeu um telefonema de Josinaldo Soares da Silva, de 24 anos, que pediu para ela ir a sua residência receber um dinheiro da venda de perfumes e roupas que o acusado havia comprado à jovem.
Desde então a estudante desapareceu sem deixar vestígios. A família entrou em desespero, procuraram em todos os possíveis lugares freqüentados pela jovem, sem êxito.
Os amigos ajudaram a família na busca, usaram todos os meios possíveis de divulgação, colocando cartazes. A imprensa local divulgou o desaparecimento da jovem, pedindo quem soubesse de alguma informação sobre seu paradeiro informassem as autoridades. Parentes e amigos foram à casa dos pais da jovem, até Josinaldo Soares, acusado do assassinato visitou a casa da vitima desaparecida.
Após se passar 18 dias do desaparecimento de Carla, a policia encontrou o caderno de cobranças da vitima na casa de Josinaldo. Durante as investigações o serviço de Inteligência da Policia Civil, descobriu que na época do desaparecimento da estudante, o acusado havia feito um buraco no quintal da casa.
Acusado preso no roger
A policia foi até o local e mandou que ele cavasse para saber o que havia dentro, quando o acusado começou a escavação, a policia descobriu que um cachorro estava enterrado no buraco, no entanto, a policia pediu para que Josinaldo continuasse com a escavação, só que bem mais abaixo de onde estava o animal, foi encontrado o corpo da jovem carbonizado e irreconhecível. O caso chocou toda a população.

J1