Acusado de causar acidente com Shaolin não comentou o depoimento Acidente ocorreu há um ano e meio e humorista segue em estado de coma.

Jóbson não quis se declarar após prestar depoimento diante da juíza  (Foto: André Resende/G1) 
Após depoimento, Jobson e o advogado preferiram
não comentar o caso
Terminou no fim da manhã desta terça-feira (31) a última audiência do processo de julgamento do acidente que vitimou Francisco Jozenilton Veloso, o humorista Shaolin. Na etapa de hoje, foi ouvido apenas o motorista acusado pelo Ministério Público de provocar o acidente, Jobson Clemente Benício. O depoimento durou cerca de 1h30 e aconteceu na 3ª Vara da Comarca de Sapé, na Zona da Mata paraibana.
De acordo com o advogado de defesa da família de Shaolin, o depoimento do acusado foi confuso, marcado por contradições. "Ele disse que o acidente aconteceu em uma curva, quando o laudo da PRF mostra que o acidente aconteceu em uma reta", argumentou Rodrigo Celino.
Rodrigo Celino, advogado de Shaolin, afirmou que o depoimento do acusado foi contraditório (Foto: André Resende/G1) 
Rodrigo Celino, advogado de Shaolin, afirmou que
depoimento do acusado foi contraditório

O caminhoneiro, que tem 27 anos de idade, e o advogado dele saíram da audiência sem falar com a imprensa. Durante o depoimento, a imprensa não teve acesso à sala do fórum onde o motorista foi interrogado. Apesar de o acidente ter acontecido em Campina Grande, o depoimento aconteceu em Sapé porque o acusado reside na cidade. A primeira audiência ocorreu no dia 13 de março, mas o motorista não tinha sido ouvido.
A juíza Israela Claudia Pontes Azevedo disse que realizou a audiência através de carta precatória, quando uma parte do processo acontece fora da comarca de origem. Ela disse que vai encaminhar o que foi colhido no depoimento do acusado para o juiz Vandemberg de Freitas, da 4ª Vara Criminal de Campina Grande, que é o titular do caso.
A juíza disse que agora vai dar seguimento ao processo pra saber se o juiz de Campina Grande solicitará que mais pessoas sejam ouvidas. Porém, segundo Vandemberg de Freitas, esta é a última audiência do caso. Ele explicou que a sentença pode sair em até no máximo dois meses, pois depois desta etapa há apenas espaço para as alegações finais dos advogados de acusação e de defesa. Ele disse ainda que novas diligências e perícias podem ser solicitadas se a Justiça julgar necessário, mas acredita que não será preciso, o que torna mais rápida a decisão.
saiba mais
A reportagem tentou entrar em contato com Jobson antes da audiência e conseguiu falar com a família dele. Manoel de Pontes Benício, tio do caminhoneiro, disse que está confiante no julgamento e que a família torce pela recuperação do humorista. “Tem que rezar para Shaolin ficar bom. Deus vai abençoar e ele vai ficar bom. Sobre o julgamento, o juiz é quem vai ver quem tava errado. Não estão lembrando que o carro de Shaolin estava com excesso de velocidade”, argumentou.
O laudo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontou que o caminhão do homem acusado pelo MP teria invadido a pista contrária e batido no carro do humorista. O motorista deste caminhão, o jovem Jobson Clemente Benício, foi denunciado pelo Ministério Público por lesão corporal provocada por veículo automotor e omissão de socorro. Se condenado, a pena máxima para o motorista pode chegar a até quatro anos de prisão.
O humorista Shaolin (Foto:  Divulgação/TV Record) 
O humorista Shaolin sofreu acidente em janeiro de
2011
Acidente
O grave acidente aconteceu no dia 18 de janeiro de 2011 na BR-230, próximo a Campina Grande. Ele seguia do distrito São José da Mata, com destino à cidade, quando um caminhão que seguia na faixa oposta teria invadido a contramão e colidido com o seu veículo. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou internado por cerca de cinco meses.
Tratamento
Depois da alta, o humorista recebe tratamentos de fisioterapia, fonoaudiologia e neuropsicologia na própria casa, em Campina Grande. Segundo a família, ele apresenta certo nível de consciência e está progredindo. Shaolin permanece em coma vigil, um tipo de coma em que ele esboça reações involuntárias, segundo os especialistas. Shaolin completou 41 anos em maio deste ano. A família informou que ele está apresentando melhoras com o tratamento e que no início deste mês de julho passou a dar risadas assistindo a filmes de comédia.