PMs forjam auto de resistência durante ação antissequestro na Barra

Um bandido já sob controle policial foi baleado, hoje, durante uma ação para buscar os autores de um sequestro relâmpago, na Barra. Junto com três comparsas, o criminoso abordou uma mulher e a obrigou a seguir, no próprio carro, com os bandidos. Durante a noite, o telejornal “RJTV” divulgou imagens onde um policial aparece atirando em no criminoso. Cedo, a PM informou que o ferimento teria ocorrido durante a perseguição policial.
O policial que baleou o bandido ficará detido no batalhão até “a conclusão dos fatos”. A decisão foi tomada pelo comando do 31º BPM (Recreio) e foi motivada pela divulgação das imagens pelo telejornal.
Quatro quilômetros separam o local onde a mulher foi apanhada pelos bandidos e o local da prisão, no Condomínio Golden Green. Os policiais seguiram o carro depois que foram alertados por pedestres. A perseguição só parou depois que os criminosos bateram com o carro da vítima e decidiram fugir, a pé, para dentro do condomínio.
Com eles foi encontrado um revólver calibre 38. Depois da situação controlada, no entanto, um dos policiais deu um tiro em uma das pernas de um dos ladrões. Ferido, ele foi levado para o Hospital Lourenço Jorge.
A princípio, a Polícia Militar afirmava que o homem tinha sido ferido durante a perseguição policial. As imagens mostradas pelo “RJTV” fizeram com que a PM mudasse a versão.
Veja a nota da PM:
“O comandante do 31º BPM (Recreio) já está ciente. Nesse momento o PM ainda está prestando depoimento na 16ªDP. Em seguida ele ficará detido administrativamente no próprio batalhão até a conclusão dos fatos”.