Leandro Damião brilhou, fez dois gols e comandou virada brasileira por 3 a 2 nas quartas de final das Olimpíadas



Foi sofrido, tenso, brigado, mas o Brasil conseguiu se classificar para as semifinais dos Jogos Olímpicos de Londres. Surpreendido por Honduras, a seleção brasileira mostrou maturidade para buscar duas vezes o placar e vencer por 3 a 2, de virada, neste sábado (4), em Newcastle.
Com o resultado, a equipe dirigida por Mano Menezes voltará a campo na terça-feira (7), às 15h45 (de Brasília), em Manchester, quando lutará pela classificação à decisão. O adversário sairá do duelo entre Grã-Bretanha e Coreia do Sul, que fazem quartas de final ainda neste sábado.
Com o triunfo diante dos hondurenhos, o Brasil mantém vivo o sonho da inédita medalha de ouro. Pentacampeã mundial, a seleção brasileira subiu ao pódio somente quatro vezes na história das Olimpíadas. Foi prata em 1984 e 1988 e bronze nas edições de 1996 e 2008.
Porém, para manter a esperança viva, o time brasileiro sofreu e complicou um jogo teoricamente fácil. Ao começar pressionando e perdendo gol feito com Leandro Damião antes do primeiro minuto, o Brasil deu a falsa impressão de que passearia em campo.
Aos 12min, Martinez acertou lindo chute no ângulo de Gabriel, titular da meta brasileira, e abriu o placar. A seleção brasileira acusou o golpe e deu sinais de nervosismo. O desafogo veio apenas aos 37min, quatro minutos depois de Crisanto ser expulso e deixar Honduras com dez. Na raça, Leandro Damião deu carrinho após confusão na área e marcou.
Aos 41min, Sandro, com cartão amarelo, deu lugar a Danilo. Mesmo em vantagem numérica, o Brasil continuou vacilando. Logo no começo do segundo tempo, aos 2min, Espinoza acertou chute despretensioso de fora da área e marcou para Honduras.
A sorte brasileira é que no minuto seguinte Leandro Damião sofreu pênalti, convertido por Neymar. Pressionando, a virada brasileira veio aos 15min, com belo chute de Leandro Damião na área.
Aos 19min, Gabriel saiu muito mal do gol e Espinoza, livre na pequena área, perdeu gol incrível. Depois, Mano Menezes tirou Hulk e colocou Lucas. O Brasil, mesmo assim, teve dificuldades em segurar a bola no campo de defesa e levou pressão até o apito final. Aos 44min, Espinoza ainda foi expulso por falta em Oscar.
VEJA AS FOTOS:
A torcida brasileira marca presença em Newcastle. Na arquibancada, o "Zé Bonitinho" volta a atacar

As britânicas se rendem ao futebol brasileiro e se "enfeitam" de Brasil

Belas torcedoras estão em Newcastle para acompanhar as quartas de final entre Brasil e Honduras

J1/R7