Câmeras de vigilância eram usada para monitorar a chegada da polícia.Operação Liberdade cumpriu mais de 10 mandados de prisão nesta sexta.


Polícia encontra câmera de vigilância em casa de suspeito de tráfico de drogas em João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1)Polícia encontrou quatro câmera de vigilância em casa de suspeito de tráfico de drogas no bairro Renascer em João Pessoa
Quatro câmeras de segurança foram apreendidas na casa de um homem preso suspeito de tráfico de drogas em João Pessoa na manhã desta sexta-feira (31) durante a Operação Liberdade da Polícia Civil. De acordo com a polícia, o suspeito é deficiente físico e usava as câmeras para monitorar as ruas do bairro Renascer na capital.

A delegada Anne Karoline, que estava responsável por coordenar a ação, explicou que as câmeras estavam dispostas para monitorar os acessos da comunidade. “Ele usava para saber quando a polícia estava chegando”, explicou a delegada. O homem também é suspeito de homicídios.
Televisão de tela plana foi apreendida em casa de suspeito e comandar tráfico de drogas em João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
TV tela plana foi apreendida em casa de suspeito
e comandar tráfico
A Operação Liberdade começou na madrugada desta sexta-feira e contou com a participação de 180 policiais. Após a entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, a delegada Maria Soledade confirmou, 13 pessoas foram detidas. Elas são suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas na região. Segundo a Polícia Civil a ação aconteceu nos bairros Renascer,  Ilha do Bispo e Valentina, em João Pessoa, e na cidade de Bayeux, localizada na região metropolitana da capital. O objetivo da operação era cumprir 18 mandados de busca e apreensão e localizar drogas, armas e veículos utilizados por traficantes. As investigações duraram três meses, período em que foi constatado que uma organização criminosa agia no local com o comércio de drogas. Todos os mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Os suspeitos foram encaminhados para Central de Polícia onde vão prestar depoimento. Eles vão responder pelo crime de associação ao tráfico de drogas.

VEJA AS FOTOS:
J1/G1-PB