Reserva Lee brilhou na classificação sul-coreana diante dos anfitriões no futebol masculino








A Coreia do Sul será a adversária do Brasil nas semifinais dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Neste sábado (4), nos pênaltis, os sul-coreanos eliminaram a Grã-Bretanha, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Brilharam os goleiro Jung Sungryong e Lee, com uma defesa de pênalti cada.
O primeiro defendeu sua cobrança no tempo normal, de Ramsey, assegurando a igualdade. Depois, se machucou e deu vaga a Lee, aos 16min do segundo tempo. Na disputa das penalidades, o camisa 18 fez a decisiva intervenção em chute de Sturridge.
O arqueiro brasileiro Taffarel, em Seul 1988, se destacou ao pegar três cobranças contra a Alemanha, na semifinal, e classificar a seleção brasileira. Uma defesa ocorreu durante a partida e outras duas na disputa por pênaltis.
Agora, a Coreia do Sul será a rival do Brasil na terça-feira (7), às 15h45 (de Brasília), em Manchester. A outra semifinal será entre México e Japão.
Quando a bola rolou, a Coreia do Sul calou a torcida britânica aos 28min. Com belo chute de fora da área, Ji abriu o marcador. A alegria coreana, contudo, durou pouco.
Aos 35min, em lance polêmico, o árbitro marcou pênalti do zagueiro Oh após toque da bola no braço em chute de Bertrand. Ramsey cobrou por baixo do goleiro Jung Sungryong e empatou.
A virada poderia ter vindo quatro minutos depois, mas, desta vez, Ramsey vacilou. O britânico teve outro pênalti para bater, após falta em Sturridge dentro da área. Porém, Jung Sungryong defendeu.
Na segunda etapa, o ritmo da partida caiu bastante e foi de dar sono. Arrastadas, as equipes levaram o jogo para a prorrogação. Nos 30 minutos de acréscimo, a monotonia continuou reinando e a decisão foi para as penalidades máximas.
Após quatro cobranças certeiras para cada lado, o atacante britânico Sturridge bateu no canto esquerdo de Lee, que voou para fazer a defesa. Na sequência, Ki cobrou no alto e deu a vaga aos sul-coreanos.
VEJA AS FOTOS: