Amy Winehouse - Morte ligada à ocultismo e numerologia


A morte de Amy Winehouse foi apenas um acidente ou mais uma conspiração?

Por que artistas ricos e famosos terminam a vida geralmente em morte misteriosa?

Por que aos 27?

Por que e quem faria algo à Amy Winehouse?

O que ela teria feito para eles?

A morte de Amy Winehouse anunciada no dia 23 de julho de 2011 trouxe grande repercussão no mundo. Imediatamente, a mídia começou a dizer que a causa mais provável seria overdose e também mencionou o fato de ela ter morrido aos 27 anos, assim como artistas como Kurt Cobain, Jimy Hendrix, Jim Morrisson e uma lista de mais de trinta celebridades.

A numerologia 27 ficou tão óbvia que a mídia foi impulsionada a mencionar essa “coincidência” (mencionaram, mas não explicaram) em torno dos 27.

O problema é que nem todas as pessoas conseguem enxergar que a morte de Amy Winehouse, antes de ser causada por overdose, se enquadra quase que perfeitamente dentro de um sacrifício satânico, desses que são feitos com celebridades desobedientes, em prol de uma nova celebridade.

Vamos entender melhor isso:

Acredita-se que Amy Winehouse já era vítima monarca antes de ficar famosa. Se isso não for possível, ela se tornou uma vítima mais tarde, quando assinou contrato com a Universal em 2003.

Quando amy lançou seu altamente aclamado segundo CD em 2006, Jay-Z viu que ela poderia crescer na indústria da música e a recrutou para que ela assinasse um contrato com ele.

Por esse motivo, depois de “vender a alma ao diabo” seu single Rehab foi um mega-sucesso nos EUA em 2007 e ela venceu vários Grammys em 2008. Um feito altamente distante para muitos artistas americanos, imagine para uma artista britânica desconhecida naquela época como ela foi.

Jay-Z tinha feito um bom negócio e queria aproveitar ao máximo o seu contrato com Amy fazendo com que ela lançasse mais discos, assim como ele faz normalmente com a artista Rihanna.

Eles queriam moldá-la e usa-la para promover agendas, assim como Lady Gaga ou Beyoncé. Amy, no entanto, era uma pessoa bastante diferente e não queria se submeter a fazer o que eles queriam.

Isso é ela quem nos conta nesta entrevista:

Entrevistador:Eles tentaram te moldar de alguma forma? Eles te pediram para fazer coisas, mudar sua aparência, sua fala, seu comportamento?”.

Amy:Ah sim, um deles tentou me moldar em forma de um grande triângulo e eu disse nããão”! Nah, tipo, eu ponho meu próprio estilo."

Note que ela diz “tentou me moldar em forma de um grande triângulo, mas eu disse não... ponho meu próprio estilo”.

Lady Gaga e Pirâmide Illuminati
A forma triangular à qual ela se referia é a pirâmide ocultista Illuminati, à qual muitos artistas se submetem para obter sucesso. Nesta entrevista, ela diz claramente que não deixou que a moldassem.

Amy Winehouse disse “não” à indústria da música oculta e se recusou a ser a artista que eles queriam. Isso deixou os “chefes” preocupados.

Jay-Z pediu a Amy para lançar outro álbum logo e disse que tinha medo que ela se tornasse uma outra Lauryn Hill.

Você sabe quem é Lauryn Hill?

Lauryn Hill é uma artista que fez sucesso com seu primeiro trabalho, mas depois viu o quanto a indústria da música é sinistra e decidiu abandonar tudo e escrever músicas que denunciam as coisas erradas que acontecem nesse meio.

Daí vem o medo de Jay-Z... Mais uma cantora forte denunciando o ocultismo mancharia sua imagem no meio musical.

Leia um trecho da música de Lauryn Hill:

“O sistema é uma piada, você será esperto para salvar sua alma e escapar desse controle mental? Você gastou sua vida em um sacrifício por um sistema para mortos...”.

Amy Winehouse se recusou a fazer o que eles queriam porque provavelmente já não estava mais sob controle mental monarca. É dito que essa programação começa a falhar geralmente quando a vítima está quase com 30 anos ou por volta dessa idade.

Para ser famoso e extremamente rico você tem que fazer seu papel. Ou você obedece aos “superiores” da indústria ou seu sucesso pode ser bastante limitado; o que Amy fez foi totalmente perigoso.

Depois de atingir sucesso com seu disco, sua imagem começou a ser destruída e de repente, ela virou notícia por ser presa ou estar envolvida com escândalos com álcool e drogas.

A prisão de um artista significa que ele está sendo advertido pela primeira vez, se ele continuar a “rebeldia”, ele terá a imagem destruída, fazendo-o parecer louco, até que eles possam matá-lo sem que ninguém acredite que possa ter sido homicídio.

Temos como exemplo a morte altamente questionável de Michael Jackson que declarava abertamente sua aversão aos “chefões” do show business.

Segundo o Advogado do Dr. Conrad : “Michael Jackson se matou”.  Será?

Amy não estava apenas tendo sua imagem destruída, mas levada a se enterrar em drogas mais pesadas para que a mídia pudesse fazer flagras e então fazer com que o público acreditasse que seu comportamento tem a ver com o forte consumo de drogas.

Por que a mídia de uma hora para outra começou a se interessar em falar de seu problema com drogas se vários artistas faziam o mesmo?

Lembre-se que seu comportamento estranho está mais relacionado com uma quebra de controle mental monarca, assim como vimos em Britney Spears que também foi internada várias vezes em “clínicas de reabilitação” questionáveis, para reativar seu cérebro no mecanismo MK-Ultra.

A mídia sempre faz o público acreditar que esse tipo de comportamento é resultado exclusivamente das drogas, mas uma grande parcela de artistas são usuários de drogas há anos e todo mundo tem conhecimento disso.

Quando o artista tem sua imagem destruída o suficiente, eles podem sacrificá-lo sem que ninguém perceba o que aconteceu.

Geralmente, quando esse sacrifício satânico é realizado, o mesmo é previsto em algum tipo de obra. Isso é uma forma de preparar a mente do público e dar mais força ao ritual.

Em 2008, em uma galeria de Nova York, uma escultura um tanto perturbadora de Amy Winehouse foi feita prevendo seu sacrifício.

Veja as fotos da escultura feita em tamanho real de amy Winehouse sendo assassinada:


Em uma entrevista os criadores usam o termo “sacrifício” e mal sabem explicar o porquê de estarem fazendo aquela escultura:

Marco Perego: “O título da escultura é: A única boa estrela do rock é a estrela do rock morta. Eu acho que uma estrela do rock é um sacrifício humano para esta sociedade.”

“Acho que o assessor dela já disse aos jornais britânicos que ele achou que foi um estranho tributo.”

Repare na máscara de Minnie Mouse; simbologia que está associada ao controle mental monarca, o que corrobora que ela foi uma vítima monarca.

Outro exemplo é a escultura de Heath Ledger e o Dr. Parnassus enforcado.

Existem outras circunstancias estranhas envolvendo a morte de Amy Winehouse. Uma delas foi o fato de ela ter morrido aos 27, assim como uma lista gigante de celebridades.

Quando um sacrifício é realizado, utiliza-se algum tipo de numerologia para dar poder ao ritual.

Artistas geralmente morrem na data ou idade 25/27. Isso ocorre por que 25 no ocultismo representa 7, enquanto 27 representa 9. Os números 7, 9, 11, 13, 23, 25 e 33 são números ocultistas que são todos usados na numerologia de um sacrifício.

O jornal inglês Daily Telegraph publica o relato dos vizinhos de Amy Winehouse sobre aquela noite:

"Ouvi ruídos enormes, como se alguém estivesse sentindo dores. Brinquei com meu filho dizendo a ele que talvez ela estivesse usando drogas", afirmou o vizinho.

“Eu acho que alguma coisa aconteceu naquela noite. Parecia algum jogo sexual estranho. Houve gritos e uivos”.

“Ele [o som] parecia muito estranho e meu filho disse que ouviu uma espécie de tambor tocando.


Nada como um mero ritual satânico, não?

Até hoje a causa da morte de Amy não foi descoberta... Estranho.
 
veja O VIDEO :