Polícia disse que criança viu momento em que mãe foi assassinada. Crime foi registrado na manhã desta terça-feira em João Pessoa.


Comente agora
Filha da vítima, que estava sendo levada para creche, flagrou mãe sendo assassinada, segundo a polícia (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Filha da vítima, que estava sendo levada para
creche, flagrou mãe sendo assassinada,
segundo a polícia
Uma jovem de 20 anos foi assassinada enquanto levava sua filha na creche, no bairro do Cristo Redentor em João Pessoa, na manhã desta terça-feira (9). Segundo o sargento José Lemos, do Regimento de Polícia Montada da Paraíba, testemunhas disseram que um homem em uma moto se aproximou da vítima e de sua filha, e disparou apenas na direção da mulher. A vítima deixa duas meninas, uma com 2 anos e outra com 3 anos, órfãs. Uma delas a acompanhava e testemunhou o assassinato da mãe, segundo a polícia.
Ainda de acordo com o sargento José Lemos, a mulher de 20 anos tinha envolvimento com o tráfico de drogas. “Segundo informações repassadas à polícia, a vítima possuía envolvimento com o tráfico de entorpecentes. O pai de suas duas filhas foi assassinado no ano passado por também estar envolvido com o tráfico de drogas. Apesar de acompanhar a mãe, no momento dos disparos, a criança não ficou ferida”, explicou Lemos.
Conforme a polícia, a mulher de 20 anos foi atingida por dois disparos na cabeça. Moradores do local onde a vítima foi encontrada morta não quiseram comentar o assunto. A família da vítima cuidará das meninas órfãs. Segundo uma tia da vítima, que não quis se identificar, ela vinha recebendo ameaças de morte.
“A gente tinha dito a ela para não se envolver com isso, que ela não precisava disso. Demos conselhos, mas depois que o marido morreu, o pai das meninas, ela acabou se envolvendo”, lamentou. O corpo da vítima foi encaminhado para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), também no Cristo Redentor, em João Pessoa. PARA VER TODAS AS FOTOS CLICK AQUI:
J1