A polícia trabalha com a hipótese do crime está relacionado com acerto de contas, já que Maria da Lúcia era usuária de drogas. 
 
Imagem ilustrativaUma dona de casa foi assassinada a tiros e deixou mãe e filhos desesperados. O crime ocorreu na noite deste domingo (16) no município de Sapé (a 55 quilômetros de João Pessoa), região da Mata paraibana.

Maria da Lúcia da Silva, 42 anos, foi morta na frente da mãe e dos filhos. Ela estava dentro de casa quando dois homens chegaram chamando-a. A vítima chegou até a porta e foi surpreendida com três disparos na cabeça. A família dela entrou em pânico com o cenário do crime.  
http://2.bp.blogspot.com/-L1wPCDiMHag/TiY7v6vDmPI/AAAAAAAAAgY/WF2vee0Pe64/s1600/giroflex.jpg
A dona de casa ainda foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena na Capital, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no órgão. Já o acusado fugiu do local utilizando uma bicicleta.
A polícia trabalha com a hipótese do crime está relacionado com acerto de contas, já que Maria da Lúcia era usuária de drogas. Com este homicídio sob para quatro o número de mulheres assassinadas na cidade de Sapé. 
De acordo com dados da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Seds) mais de 121 homicídios foram registrados contra mulheres somente em João Pessoa. O órgão também destacou os municípios de Campina Grande, Cabedelo e Santa Rita, além de Bayeux, Patos, Sapé, Mari. Como também Mamanguape, Queimadas e Monteiro.