Pelo menos 70 policiais procuram em mata a estudante Fernanda Ellen.  Local é considerado como ponto de 'desova', de acordo com a polícia. 

Policiais querem verificam se corpo de estudante estaria na mata (Foto: Walter Paparazzo/G1)Policiais querem verificam se corpo de estudante estaria na mata
Policiais fazem varredura em mata em busca de estudante desaparecida na Paraíba (Foto: Walter Paparazzo/G1)Policiais fazem varredura em mata 
Uma ação integrada envolvendo pelo menos 70 homens da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Fundac fazem, nesta sexta-feira (11), uma varredura em uma mata no Acesso Oeste para buscar a estudante Fernanda Ellen, de 11 anos, desaparecida desde segunda-feira (7).
A operação foi posta em prática após uma reunião no Comando do Corpo de Bombeiros e acontece próximo à BR-230 e à cidade de Bayeux, Grande João Pessoa
O local foi escolhido porque é considerado uma região de 'desova' de corpos. Por isso a mata foi mapeada e será vasculhada. No entanto, até às 12h30 a polícia não havia encontrado nenhuma pista que levasse à menina.
O coronel Almeida Martins, comandante do 1° Batalhão de Polícia Militar, afirmou que a operação continua durante a tarde, apesar do efetivo ter sido reduzido para que uma parte dos policiais e bombeiros almoçassem.
Ainda conforme o coronel Almeida, durante a operação, pessoas denunciaram que havia uma movimentação suspeita em uma casa abandonada. Ao chegar no local, a polícia encontrou uma arma e um colchão sujo de sangue, que foram levados para passar por perícia na Polícia Civil. A princípio, não é possível dizer que a arma possui ligação com o desaparecimento da estudante.
Caso sem pistas
No fim da tarde da quinta-feira (10), um homem foi detido suspeito de envolvimento com o sumiço da garota.

Ele foi encaminhado para a sede da Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, ouvido e depois liberado por falta de provas.

Fernanda desapareceu na segunda-feira (7) quando voltava da escola e seguia para casa, no bairro Alto do Mateus, em João Pessoa. Desde então, a polícia já recebeu diversas informações sobre o possível paradeiro da garota.
Família faz protesto
Família de Fernanda Ellen faz protesto (Foto: Walter Paparazzo/G1)Família de Fernanda pede fim dos trotes
Familiares, amigos e vizinhos de Fernanda realizaram na tarde desta quinta-feira uma carreata em protesto aos trotes passados seguidamente dando falsas informações sobre o paradeiro da estudante desaparecida.
De acordo com a tia da garota desaparecida, Maria da Penha Cabral, a família decidiu realizar a manifestação para cobrar uma ajuda verdadeira da população e pedir que os trotes cessem.

 J1/assessoria