Depois de uma compra desfavorecida de um terreno um cliente do RN o reporta ao Portal Jampa News, que por sua vez chama pessoas ilustres de Conde de Quadrilha.

Esta semana a cidade de Conde foi bombardeada por uma reportagem divulgada no Portal Jampa News, onde chama pessoas da atual gestão e também nomes ilustre da cidade de Conde litoral sul do estado, de quadrilha e gatunos.

ENTENDA O CASO:

Um cidadão do Rio Grande do Norte por nome de Welington em visita as praias de Conde se apaixonou por nossas praias e nosso chão, tanto que sem isentar comprou um terreno localizado no Loteamento Cidade Balneário Novo Mundo na praia de Tabatinga Cidade de Conde.
Nesse meio tempo o cidadão fez a compra por telefone, sem ter a mínima preocupação de procurar o cartório de registro para se informar se o lote adquirido pertencia na verdade ao vendedor (a), que nesse caso era uma suposta amiga do senhor Welington, que por sinal chama-se Adriana proprietária de uma pousada na região de Tabatinga.
Diferente do que foi publicado no Portal citado, o tabelião do Cartório de Registros de Alhandra, Vítor Braga não mencionou as palavras infâmias que o portal publicou segundo o próprio Vítor ele apenas orientou o cidadão Potiguar, a procurar o tabelionato antes de fechar quaisquer negócios de compra e venda na Cidade, principalmente lotes de terrenos ao cobiçados, como são aqui na cidade de Conde.
O portal usou termos pesados para qualificar pessoas da cidade e também nomes ilustres da cidade já falecidos.
A redação da matéria foi ainda mais longe quando usou o nome da prefeitura Municipal e também de pessoas de renomes que já morreram.
Ainda mais audacioso o redator do Portal disse que o esquema de ladroagem vem se espalhando a varias gestões municipais, e chama à prefeitura de Conde de Imobiliária, a reportagem diz ainda que seria de dentro da instituição (a prefeitura municipal de Conde), que o esquema manipularia as áreas e esquentaria a documentação necessária em um negócio fabuloso cujos dividendos já engrossou muitas contas bancárias.
Nessa parte a reportagem do Portal denunciante chama de quadrilha funcionários e membros da prefeitura da cidade, quando usa os termos “esquentaria a documentação” e “engrossou muitas contas bancárias.”.

O redator do Jampa News diz que tem varias documentações e vastas provas para ressaltar sua matéria.
Mais o curioso é que o mesmo redator não publicou documentação alguma sobre suas denuncias, e tão pouco fotos dos lotes supostamente bichados como eles mesmos falaram em sua reportagem.
O portal J1 não é defensor da prefeitura de Conde ou de quaisquer que seja apenas não vamos nos calar ao ver portais de João Pessoa, denegrir a imagem do nosso tão lindo litoral por alguns fatos isolados que ocorrem na cidade respeito de fraudes em compra de terreno.
A nossa reportagem vai entrar em contato com a assessoria de comunicação das entidades citadas para ouvir suas versões sobre todas as acusações desferidas, pelo portal Jampa News.
J1