Bombeiros tiveram que estancar uma hemorragia na perna da vítima, causada por um corte profundo. 

O cabo informou que os Bombeiros tiveram que estancar uma hemorragia na perna da vítima, causada por um corte profundo. “Depois de estancar, imobilizamos ela na prancha para conseguirmos puxá-la para fora do buraco. Aparentemente ela não apresentou nenhuma fratura mais séria, mas ela foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa para uma maior avaliação médica”.  (Foto: Walter Paparazzo/G1)Uma mulher grávida de sete meses caiu em um bueiro aberto no bairro de Castelo Branco, em João Pessoa, por volta das 12h desta terça-feira (22). O cabo De Alves, do Corpo de Bombeiros, que desceu no bueiro para fazer o resgate, explicou que “quando descemos tivemos a surpresa de ser uma mulher grávida, além do buraco ter quase cinco metros de profundidade.
 “A equipe que desceu no bueiro passou cerca de 30 minutos dentro do buraco” O cabo informou que os Bombeiros tiveram que estancar uma hemorragia na perna da vítima, causada por um corte profundo.
“Depois de estancar, imobilizamo-la na prancha para conseguirmos puxá-la para fora do buraco. Aparentemente ela não apresentou nenhuma fratura mais séria, mas foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa para uma maior avaliação médica”.
Veja as fotos:
Uma mulher grávida de 7 meses caiu em um bueiro aberto no bairro de Castelo Branco, em João Pessoa, por volta das 12h desta terça-feira (22). O cabo De Alves, do Corpo de Bombeiros, que desceu no bueiro para fazer o resgate, explicou que “quando descemos tivemos a surpresa de ser uma mulher grávida, além do buraco ter quase cinco metros de profundidade. A equipe que desceu no bueiro passou cerca de 30 minutos dentro do buraco”. (Foto: Walter Paparazzo/G1)
O cabo informou que os Bombeiros tiveram que estancar uma hemorragia na perna da vítima, causada por um corte profundo. “Depois de estancar, imobilizamos ela na prancha para conseguirmos puxá-la para fora do buraco. Aparentemente ela não apresentou nenhuma fratura mais séria, mas ela foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa para uma maior avaliação médica”.  (Foto: Walter Paparazzo/G1)