Ondas de até 2m se formaram causando um fenômeno bonito, mas perigo em parte da orla de João Pessoa.
Praia de ManaíraQuem passou pela calçadinha da Praia de Manaíra, em João Pessoa, na tarde desta sexta-feira (29), presenciou a força das ondas. Devido à maré alta e com a ajuda da força dos ventos, as águas chegaram à calçada.
Muitas internautas compartilharam fotos nas redes sociais. A areia foi encoberta pelas águas.Ondas de até 2m se formaram causando um fenômeno bonito, mas perigo em parte da orla de João Pessoa.
A Capitania dos Portos da Paraíba alertou aos navegadores que eles devem ficar em alerta para os ventos fortes e a agitação marítima que vêm sendo registrados nas praias paraibanas.
Apesar do aviso, muitas pessoas ainda se arriscavam e iam observar o fenônemo ultrapassando o limite permitido.
Praia de Manaíra  A repórter da TV Correio, Nelma Figueiredo, registrou o avanço da águas na barreira do Cabo Branco, nesta sexta (29).
Barreira do Cabo Branco
Na última terça-feira (12), o mar ficou agitado e provocou grandes ondas em parte do litoral paraibano. O fenômeno foi registrado nas praias de Manaíra, Tambaú e Cabo Branco, em João Pessoa, além de Baia da Traição, no Litoral Norte. A ressaca do mar provocou ondas de cerca de 2,5 metros.
A ressaca é a chegada de ondas violentas à costa e começa quando rajadas de vento fazem subir o nível do oceano e aumentam, já em mar aberto, o tamanho dos vagalhões. Impulsionada por correntes marítimas, a massa de água caminha com velocidade crescente até encontrar o litoral.
Ao chegar à praia, o mar agitado inunda a faixa de areia e as ondas quebram bem próximas da orla. A força da ressaca costuma alagar avenidas e danificar construções à beira-mar - há também relatos de banhistas tragados pelo mar e levados para longe da praia pelas fortes correntes marítimas.