Agressão teria sido motivada pelo furto de um celular há vinte dias o ato aconteceu em escola do bairro Jardim Veneza.

Pelo menos três veículos da PM foram enviados ao local, mas direção diz que pais não quiseram prestar queixas (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Pelo menos três veículos da PM foram enviados ao local, mas direção diz que pais não quiseram prestar queixa
Uma adolescente de 13 anos feriu outra na perna direita com uma faca durante a aula de matemática na manhã desta quarta-feira (3) na Escola Municipal Presidente João Pessoa, localizada no bairro Jardim Veneza, em João Pessoa. Segundo a polícia, o furto de um celular há cerca de 20 dias teria sido o motivo do desentendimento entre as estudantes. O ferimento, ainda de acordo com a polícia, foi superficial.

A diretora da escola, Natalina Fernandes Gonçalves, disse que o incidente pegou todos os funcionários da instituição de surpresa, pois o conflito ocorrido entre as adolescentes já tinha sido solucionado. “Não foi bem furto. Foi apenas uma que escondeu o celular da outra colega, mas que foi logo devolvido. Nós não pensávamos que o fato pudesse ter tido o desdobramento que teve”, afirmou.
Segundo a diretora, o caso será encaminhado para o Conselho da escola, que adotará as providências necessárias. “Nós inclusive não descartamos a transferência dessas garotas. Nós já chamamos os pais para colocá-los a par da situação”, afirmou Natalina, que adiantou que os pais não quiseram prestar queixa na polícia. Outra providência, ainda de acordo com a direção da escola, é pedir o apoio do Conselho Tutelar.
A educadora Kaysa Ferreira, do Conselho Tutelar da Região Sul, disse que em casos  como o da Escola Municipal Presidente João Pessoa uma das providências adotadas é conversar com os pais para entender em que circunstâncias aconteceu o incidente, fazer um histórico do comportamento dos adolescentes e dar apoio psicológico.