Filho menor da prefeita de Borborema dirige o carro e mamãe nem liga


Paula Maranhão, prefeita de Borborema, vai ter que rebolar para se explicar à Justiça pelo fato de permitir ao seu filho menor dirigir uma caminhoneta Frontier, da Prefeitura, sem ser servidor da edilidade, sem ter idade para tanto e, logicamente, sem habilitação.
 
O caso deverá chegar a Justiça porque, pelo lado administrativo ficou comprovado que nada será feito. O conselheiro tutelar de nome Alexandre foi destratado pelo primeiro damo do município, o ex-prefeito José da Costa Maranhão, por ter flagrado o rapaz dirigindo o veiculo locado a Prefeitura. 
Ao receber a visita do conselheiro, que foi pedir providências ao pai do garoto e evitar o mal exemplo, o primeiro damo não quís saber de conversa: tomou de suas mãos as chaves da moto que ele pilotava –de propriedade da Prefeitura –e disse que o Conselho Tutelar não tinha poder para fazer esse tipo de fiscalização.
 
 O mais grave é que o damo fez isso na frente do policial que acompanhava o conselheiro.
Enquanto isso, o “armandinho”continua trafegando pelas ruas, tanto na Frontier quanto nas outras viaturas da família.