Ninguém da empresa quis se pronunciar sobre o assunto Perícia constatou que o motivo da morte foi traumatismo craniano. 


Um mecânico morreu na tarde desta terça-feira (23) quando fazia um reparo no telhado da empresa que trabalha em Bayeux, cidade da Grande João Pessoa. A empresa é uma retificadora de motores localizada no conjunto Mário Andreazza, próximo à BR-230. Adalberto Vieira dos Santos, de 53 anos, caiu de uma altura de cerca de 6,5m. A família esteve no local e estava revoltada. “Ele não é consertador de telhado, ele é mecânico. Eu estou muito triste porque não me avisaram, já foi meu sobrinho que me avisou”, lamentou a esposa, Maria de Fátima Santos.

Segundo um auxiliar de mecânico, os dois faziam o reparo do telhado quando o acidente aconteceu. Ainda de acordo com o colega, essa não era a função dele, mas foi iniciativa do próprio mecânico fazer o conserto para evitar alagamentos por causa da chuva no local de trabalho.

O colega ainda explicou que o mecânico teve consentimento dos patrões para fazer o reparo. Ninguém da empresa quis se pronunciar sobre o assunto.

A polícia esteve no local e a perícia constatou que o motivo da morte foi traumatismo craniano. Também foi constatado que nenhum dos dois usava equipamento de segurança no momento do acidente.