Casal havia se separado há menos de um mês; após o crime, o suspeito fugiu de moto para destino desconhecido e era procurado por guarnições das polícias Militar e Civil

Crime ocorreu no Centro de PirpiritubaUma jovem de 19 anos foi assassinada a facadas e o ex-companheiro, um vaqueiro de 25 anos, que estava inconformado com o fim do relacionamento e sentia ciúmes da vítima, é suspeito pelo homicídio. O crime ocorreu no Centro do município de Pirpirituba, no Brejo da Paraíba, a 106 km de João Pessoa, na tarde desta quinta-feira (26).


Segundo o delegado Wallber Virgolino, o casal havia se separado há menos de um mês. Na tarde desta quinta, o suspeito teria ido à residência que dividira com a jovem até pouco tempo atrás para pegar alguns pertences. Ele informou como era a personalidade conhecida do ex-companheiro.

“Ele bebia muito e costumava apresentar comportamento violento”, disse o delegado, que revelou os ciúmes que o suspeito sentia.

Chegando ao local, conforme o tenente Jailton Paulo, da Polícia Militar, o vaqueiro teria entrado em uma discussão com a jovem. Ela teria dito que não o queria mais porque ele estaria a traindo com outra mulher.

“Ele, então, disse que se ela não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém e começou a esfaqueá-la”, contou o tenente. A jovem já havia morrido quando foi encontrada.

Após a ação criminosa, o suspeito fugiu de moto para destino ignorado. As polícias Civil e Militar estavam fazendo um trabalho conjunto de investigação para localizar o vaqueiro, começando pelas propriedades rurais da região.

O tenente Jailton ainda acrescentou as dificuldades de identificar a possibilidades de ocorrências como esta pois, segundo ele, “crime passional a polícia não prevê”.