O crime ocorreu na madrugada da quinta­feira (19). A vítima, que tinha 20 anos, estava dentro de casa com o companheiro quando começaram uma discussão.

Policiais militares do 9º BPM de Garanhuns, conseguiram prender o acusado de esfaquear e degolar a
companheira Patrícia Pereira da Silva de 20 de idade, na cidade de Angelim/PE, na última quinta­feira (19). Segundo informações da Polícia, Renato Guilherme da Silva, foi preso na cidade de Canhotinho no Agreste na noite deste sábado.
Antes de fugir de moto, ele passou na casa dos pais e disse: “Chamem a polícia, porque eu matei Patrícia”. Os pais então foram até a casa onde os dois moravam, e viram que ele, de fato, tinha matado a mulher e chamaram a polícia.
O crime ocorreu na madrugada da quinta­feira (19). A vítima, que tinha 20 anos, estava dentro de casa
com o companheiro quando começaram uma discussão. À época, a PM comunicou que os dois teriam ido ao quintal, onde ela recebeu golpes de faca.

1607012_767487729986119_2633234150147275631_n arreqrqerq

IMAGEM FORTE!

adfdrfaere
Ainda de acordo com informações, a briga e a morte foi motivada pela descoberta de conversas da jovem com outro homem no whatsapp. Vazaram imagens na internet sugerindo que a vitima estaria mantendo relações sexuais com outro homem.
Nas imagens a moça pratica sexo oral no amante. O mesmo avisa em seguida sobre o vazamento das fotos. Ao saber do vazamento a moça diz ao amante que o namorado vai matá-la.
Em outro trecho diz que o celular teria sido roubado, quando na verdade já estava em posse do namorado.
A imagem com fotos do momento intimo entre os amantes mostra também um trecho da conversa entre Patrícia e o rapaz identificado por Neto, em um momento a moça prevê sua própria morte. “Meu namorado vai me matar”, diz a moça preocupada.