Vítima foi morta porque tio, ex-presidiário, não foi achado por atirador. Suspeito foi identificado por moradores do bairro onde ocorreu o crime. 

Adolescente foi morto com dois tiros de acordo com a Polícia Militar (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Um adolescente, de 14 anos, foi morto a tiros na manhã desta quinta-feira (2) no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, o tio da vítima, que é ex-presidiário, seria o alvo dos suspeitos, mas como não encontraram o homem, eles dispararam contra o adolescente.
Ainda de acordo com o sargento Cardoso, o suspeito foi identificado pelos moradores do bairro. “Inclusive temos fotos de vários suspeitos que moram em Mandacaru, e a população identificou o elemento. O suspeito tem vários mandados de prisão expedidos contra ele. Sabemos que é morador do Porto de João Tota. Fizemos várias buscas antes para prender esse suspeito, mas não conseguimos êxito”, comentou.
O assassinato teria sido cometido por crueldade, segundo informações da Polícia Militar. “O suspeito não encontrou o tio do adolescente, e então disparou duas vezes contra ele”, completou o sargento Cardoso. Um dos tiros atingiu a cabeça da vítima.
O corpo passou por perícias do Instituto de Polícia Científica (IPC) e foi encaminhado para Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. Até o início da tarde desta quinta-feira (2), o suspeito identificado como autor do homicídio ainda não tinha sido preso.