12923356_636107089869989_5344146822794438006_nWalber Virgulino disse em entrevista na manhã desta quinta-feira, 07, que foi surpreendido com a notícia de sua exoneração publicada no Diário Oficial da Paraíba, 02. Ele ocupava o cargo de Delegado da Seccional de Guarabira.
De acordo com Walber, ele não sabia que seria exonerado e tomou conhecimento através de uma lista enviada via WhatsApp. Em desabafo, no Jornal Integração da Rádio Campina FM, ele revelou que estava sendo alvo de perseguição dentro da própria Polícia Civil.
“Eu só quero respeito por toda história que eu tenho na polícia. Eu fico triste não pela decisão do governador, decisões políticas elas agradam e desagradam, mas com meus colegas delegados da Polícia Civil que sabem da situação, me trataram com covardia e falsidade, injustiça, tudo isso com inveja. Na frente eram amigos e por trás só maculando, tentando denigrir minha imagem. Espero respeito, pelo menos uma satisfação, eu sou funcionário público, concursado, fui secretário de Estado nessa gestão e sempre dei meu sangue, aonde estiver vou trabalhar, vou botar pra lascar e eles vão ouvir o meu nome”, desabafou.