A denuncia em vídeo foi feita pelo militar em sua Pagina do Facebook

Foi preso na manhã dessa segunda-feira, 04, no xadrez do 1º Batalhão de Polícia Militar, em João Pessoa, o sargento Robson Marques Xavier, por decisão do comandante do batalhão que considerou como transgressão a conduta do militar em gravar um vídeo relatando a realidade do serviço de custódia de presos.
Durante o aludido vídeo, o militar em questão relatou que policiais militares estavam sendo retirados das ruas para desempenharem um serviço de custódia de presos sem a devida previsão legal.
Em ato contínuo, o referido militar encaminhou documento ao Ministério Público, que em momento posterior fez publicar, através do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap), recomendação ao Comando da Polícia Militar para que se abstenha de autorizar, permitir ou de qualquer forma designar policiais militares para executar a custódia de presos civis em hospitais, clínicas, laboratórios, residências ou quaisquer outros locais não sujeitos à administração militar.
Em represália, o comando abriu procedimento administrativo e resolveu punir o sargento Xavier que foi recolhido nessa manhã por ter sido indiscreto em relação a assuntos de caráter oficial, cuja divulgação possa prejudicar a disciplina ou à boa ordem do serviço, e ainda por publicar ou contribuir para que sejam publicados fatos, documentos ou assuntos policiais-militares que possam concorrer para o desprestígio da corporação ou firam a disciplina ou a segurança e, por fim censurar ato de superior ou procurar desconsiderá-lo.
 A denúncia da prisão foi feita pela esposa do Militar Jacke Vilarim a redação do Portal Tentou entrar em contato com o Comando da Policia Militar mais não obtivemos sucesso.



 Da redação com Rede Social